domingo, 12 de junho de 2011

# - Constatação 6  -  9-2007

Atualmente,
como um livro já lido,
me sinto esquecido numa prateleira,
...empoeirando...
...embolorando...          




# - -Constatação-  





a Política e a Justiça!
-as filhas da puta Hipocrisia!

#- Constatação

As Verdades se banham

      quase sempre

na outra margem do rio.                               


p.rorato

*****
Deus sou eu,
eternamente sozinho! 
---------------------------------------------------------------------- 
Boa intenção sem solução está na lista do Diabo!
------------------------------------------------------------------------------------
----Onde não tem cachaça a Vida melhora!
-----------------------------------------------------------------------------

Naufrágio   10-2005
Na grande tempestade
a nave soçobra...

Em meio aos destroços,
só! sobro eu...

Nau frágil naufraga e
só sobram destroços e, aí,
não sobro mais...
          - só o assombro...!
-----------------------------------------------------------------------------

Burburinho matinal     10-11

nada se cria, tudo se copia
-cu pia-piada,
piupiu da passarada,
começando o dia aqui de madrugada!


---------------------------------------------------------------------------

Adeus ao companheiro   28-11

Grandão era tão meigo, tão amoroso
que partiu doce, sem me desesperar.
A falange dos guardiães do Bem e da Paz
o escoltaram para os campos do Senhor.
Mesmo as saudades aceitaram o fato com sorrisos,
como nos funerais orientais;
lágrimas, somente as mais discretas...
as furtivas, resguardadas no recolhimento.
-e o Dia fez de conta que nada aconteceu,
vestido alegremente de tarde ensolarada!...


*adeus, Clara, que os céus te abracem também, minha amiguinha !


----------------------------------------------------------------
...   7.12

-O verdadeiro bicho-fera que sou
rosna e se contorce agonizando,
enjaulado neste proto-eu.
-Passeiam os da sua espécie,
prisioneiros revelados,
espalhados por páginas de Clarice Lispector.
-Têm fome!
e seu alimento é o nojo, transposição e sofrimentos
digeridos  próprio no Inferno!
----------------------------------------------------------------------------------

17-3
Enfim, agora, a casa ficou pronta!
arrumada no transcorrer da Vida,
pronta para receber seu morador definitivo
-a Solidão!...


----------------------------------------------------------------------
Porre!  25-3

Você não se lembra...mas os outros não se esquecem!
--------------------------------------------------------------------------
22-5

-Loireba foi a convidada de honra para a festa da Padroeira de Santa Rita! Amém...
a cadelinha é Loireba!
   --------------------------------------------------

# -  2000x2000

Sem o cabimento me agarro à perdição...
me afogo no incontido e, desesperado,
afundo!
-perdido para sempre... 
---------------------------------------------------------------

      - Voa,  Nativo!


no Dia dos Índios!
-sagrado blackbird em boardflies...
       -vai, amor!
segue amando
livre pelos ares,
singrando mares ... encantando... cantando...
amando ...amando,
indigo Indo-lindo  índio!...

                          
                                                        
                              


****Baião-de dois  10-12-2003-

Sou de barro,
sou de pó!
-caco desenterrado em  perdidas  escavações...
---------------------------------------------------------------------------

Irradiação
Em segundos-
-um pontapé na boca-do-estômago
um murro no coração!
         -atônitos, reviram-se os Mortos!     [p. C.]
----------------------------------------------------------------------------

Oração  12-12-2003

-Agradeça aos Santos,
vire a página/varra os restos/respire com alívio o ar puro/
livre-se do sofrimento
para todo o sempre,
-Amém!
---------------------------------------------------------------------------
Preparativos no sub-solo

Foi-se a razão com o vento...
recomeça a grande festa da Loucura!!!  [p.T.]
30-l2
-------------------------------------------------------------------------
comentário sem muito nexo
as torres gêmeas se reergueram
para demolir meu Bagdá.
--------------------------------------------
Imo  l2.12
Página virada
-eternamente colada
no calendário da Dor.
--------------------------------------------
2-1-2004
Sou um peixe solitário,
num aquário belíssimo
repetindo os movimentos
dos que passam lá fora.
--------------------------------------------
3-1-2004
Desta vez a brisa do mar
e a maresia
trouxeram de vez
a hipocrisia do lugar.
------------------------------------------
4-1-2004 indigo blue
...longe...longe...navegando
as velas das caravelas...
de velhas lembranças afloram
escondidos tesouros do passado distante...
...segue o ontem se apagando
eternamente
pela linha do horizonte...
--------------------------------------------------------------
23-1
Cada dia mais errante
meu coração vagabundo
do mundo fica distante
----------------------------------------------------------------
24-1 minha pessoa
----Nem a sagrada cagada
eu posso dar sossegada?!!!    
-------------------------------------------------------------
----Parei para descansar,
nem vi a banda passar...         
------------------------------
Batuque a beira-mar    poema do quadro

Bate o batuque
bate quente!
respondem corpos dolentes...
Marineide faz a festa
enquanto Cornélio pesca.
Alto-mar, tam-tam distante
corações batem contentes
no coqueiral dos amores.
Enrubesce o Sol poente
despertando em luz a Lua
cheia, enorme, linda e nua...
e o tam-tam segue batendo,
tam-tam doce das paixões...!
--------------------------------------------
27-2   jejum
às vezes a fome demora,
noutras, a fome devora ...eu sentindo a fome agora
só que você não namora!
Ôme! vou morrer de fome!
com você nada se come
e a fome que sinto é tanta
que fico danado e tonto...
no corpo e na alma este pranto
[leito seco, rio vazio]
            - morte de fome e sede na praia da ilha das Ilusões.!
-------------------------------------------------------------------------------

27-2 pautacalanto onomatoplástico
Falo falido a fálica fala
-faca fatal!
Fá sustenindo  dor maior
pelos Ré mansos sem Sol, sem Dó-Sol-Fa-Do
sem Mi, soando em Si
semiconfusa,  Lá e aqui, lugar nenhum
no desenCanto.
----------------------------------------------------
Ovo RIMA
mas não combina com polvo.
---------------------------------------------------

17-9-2004 solitude days
No meu sangue corre água,
corre café, corre sal e corre também o fel...
corre desgosto a céu aberto
sob um Sol esplendoroso!
          no meu sangue só não corre Sangue....
----------------------------------------------------------
Mistério em Natal
Olho nos bares,
procuro nos sebos,
ando que ando!
não acho Fernando!
--------------------------
----Por um acaso/cai aqui/um delicioso/haikai.
---------------------------------------------------------------
-----Rai-mundo kai no mundo e se levanta poema!
-------------------------------------------------------------------
----Elis, calada!
-voz morta no quadro
-ressuscitada na sala!    [Raimundo] para o quadro águas de março]
---------------------------------------------------------------------------------------

4-4
...vi Jorginho escondido,
de perfil,
atrás do litro!
--------------------------
29-3
Que barafunda! a areia da duna afunda...!
-----------------------------------------------------------
10-4
O sono bateu profundo/leseira/tanta canseira!
fui despencando, dormindo...nem esperei por Raimundo.
------------------------------------------------------------------------------
Se brigo contigo amigo,
não pense que fico só-
-fica a tristeza comigo.
---------------------------------------------------------
-----Preparei o alojamento
pro pernoite do Raimundo
e até o presente momento
nem sombra do vagamundo...
------------------------------------------
11-4
o Amor chegava de graça
e agora custa um bocado.  
----------------------------------
-----Vale o sermão,meu irmão,
-o que então era sem preço,
agora não compro, não!
   só troco por muito apreço! 
------------------------------------------
-----Ridículo!o culo ridi!    
-------------------------------------------
-----Pesca farta-Deus e eu- no mar das iniqüidades...
---------------------------------------------------------------------
-----Guaraci do sol-la-si,
sumiu-se também daqui!
Guará si La-sol-nascente,
reapareceu num repente!
-------------------------------------------------------------
Mea culpa!    20-4
No los quis mal pero no los quis-pecado mortal!
----------------------------------------------------------------
Quién a Diós tiene nada le falta............santa Tereza de Ávila.
----------------------------------------------------------------------------------
22-4
tomou todas as educadas
já tomou a saideira
depois a expulsadeira
já tomou a pé-na-bunda
agora é -Fóra, fuleiro!!!!!
------------------------------------
18-4
Não tem solução!assim que chego num lugar
entram as cobras em contorção!   
---------------------------------------------
-----Pelo vazio sigo em frente
caçando as almas das gentes!     
------------------------------------------
----Tristeza, cabelos brancos... pentelhos brancos,
-tragédia!
---------------------------------------------------------------------
----entre o Saidessa e o Tôfora-com os dois eu transo agora.
-------------------------------------------------------------------------------
10-5
Pagando a língua ferina, com Tôfora eu transo agora!
----------------------------------------------------------------------
5-5
atrás de Gloria e Fortuna
fiquei perdido nas dunas...  
---------------------------------
----Sussura o vento ao relento/transportando os desalentos...
------------------------------------------------------------------
1-6-2004
Tecendo e bordando o caminho...
Pontos,  nós  e agulhadas
nos desenhos da mortalha
quase pronta.
-------------------------------------
20-6
Com SUS manos,mis hermanos
los humanos
cavan y cavan SUS covas!

------------------------------------------------------------------------------------------------


                                                       


# - 16 -3 2010
Morando onde moro, reparo que posso não passar de uma miragem...
# - *Para Jorge Macedo                 ...      14-7-2010     p.rorato

...e lá se vai Jorginho Macedo!
sempre  sorridente,
sumindo  numa alegre curva desta longa estrada...
deixa  no vento da saudade
os  sons maravilhosos saídos do seu plangente violão...
sons  desenhando emoções nos corações das gentes...
------------
# - ... reticente...                                                                          11.3.2011
Sou das nostalgias, das alegorias,
dos reflexos aquáticos nos flashes do esquecimento...

só para poder tentar lembrar, sou das apagadas lembranças
que teimam em se esconder do instante agora.

Sou do blues, do sax ,  dos musicais instrumentos que sabem
sofrer ou morrer e das tristezas que não se deixam derramar...

Sou do aparentemente findo
e que teima em bater na porta das lembranças.

Sou mais intenso no passado remoto que no presente transcurso...

sou quase lembrança de um prazer, de um sabor, uma cor, um


 perfume!  e




só sou íntegro no momento em dissolução...

# -   3-4-2010    p.rorato

Ràpidamente deslizou,
contornando a duna,
a sombra do vôo do Urubu...
----------------

avisos espalhados e coisas...

@****bruxilda! e outros =

                                                            porteirinha dos fundos.
                                                          avisos na varanda!!!!!
                                                                não é?
                                                                     pois!
                                                          e outros zumbisouros!!!
                                                           hai-Kai - para um quadro... som que tocou coincidente!
                                              detalhe Ellis... quadro-'águas de março'. de 1988
                                              Odoiá do WC unisexy !!!! (detalhe)
                                                                    óxe! me!!!!!!
                                               PC convite pra Pizzar!!! camiseta por Adriano Espindola.
as meninas do visinhoas mangas são do quintal! deliciosas!!!!!!!!!!!!!!

                                                        concordando... ou não!
                                                     o bijú!...seis anos de convívio!!!!!!
                                                         passeio de bug... contornando o morro da gameleira...
                                    díptico plural... 4 mãos, 3 cabeças- Fernando Almeida, Jorge Macedo, Pc.
                                                    aviso! o primeiro no bar dos linguarudos
yes!!!!

3 painéis dos 7 da série 'janelas para o céu'.

  Cicera- o sacrifício da Mulher.

a Reflexão da Flor.
reflex.da flor e a Música.
3 dos 7 painéis inclusos nas espetaculares instalações da expo."Porta do Céu".