quinta-feira, 9 de junho de 2011

enquanto! 2011 revisado

# -  Poema do arco-íris     1 2001        

-Faço do Inverno- Verão,
banquetes- de um só pão,
cores e luzes- de trevas...
das Evas- o meu Adão
e dos Adões
-minha Eva!
-do inimigo- um Amigo,
das tristezas- Alegrias.
-Longe de ti sou contigo...

navego nos pensamentos,
tiro anos de um momento
e pra rimar tudo e nada,
o Nada rimo com Tudo.

-Se poeta Deus me fez,
pintar poemas talvez
e, as vezes, escrever em cores...
pode a vida vir em chuvas
nas tantas gotas de tinta
e, em nova letra, outra Vida.

...Pintor!
e sem saber se mereço,
aos tropeços,

por tudo, a Tudo, agradeço!



Nenhum comentário:

Postar um comentário