sexta-feira, 7 de junho de 2013

um comum 7.6

manhã esperando a tarde
a tarde a espera da noite
a noite que aguarda o dia
seguindo o vazio do tempo
que, só, me faz companhia...

a casa toda arrumada
deita rede na varanda
pra conversar com paisagens
brisas, bichos, nuvens, plantas...

e
no mais, no arrebol,
um raio de Sol acorda
e ilumina a nostalgia...


Nenhum comentário:

Postar um comentário