sexta-feira, 10 de junho de 2011

# - -  minhas palavras não dizem,
não falam
-só sentem...
minhas palavras gritam mudas
e nada mudam...
minhas palavras só calam e,
inquietas,
se calam...                                                           p.rorato -4  2011
MANHAN,..Pic_1031_566.jpg

4 comentários:

  1. Amei este seu quadro! Bem diferente dos outros!

    ResponderExcluir
  2. foi uma série bem longa... gosto da desconstrução.

    ResponderExcluir
  3. ah! nanquim sobre scholler e pincel sêco. início final dos anos 60 e com retornos constantes...

    ResponderExcluir
  4. Pervi, seu poema é já uma mudança. Grande poder que inquieta, cala e passa,não se sabe para quê nem para onde, mas um passo, mudo.
    Beijos,
    Ana

    ResponderExcluir