sexta-feira, 10 de junho de 2011

# -  Impressão  24-6   p.rorato

-nau frágil,fatal...
                    
fractal  fragata                 
perdida no agora 
                                        e no além do olhar, 
                   perdido nas lembranças
afogadas no além-mar...

-nau frágil,
                     um ponto no além do além
             seguindo...perseguindo um porto,
deportada ‘now’ e -não!...

-nau de qualquer destino-sim!...
                        e quem há de se importar
se ‘sim ou não’ aportar?...

 é só mar... a Solidão...
                             sem sol... oceano só...

-nau soçobrando na imensidão sombria do Assombro...



Nenhum comentário:

Postar um comentário