quinta-feira, 15 de setembro de 2011

poesia- decifra-me!

-decifra-me!



Depois de tantos caminhares pelo Desatino,
me reencontro ainda circulando
                   -decifra-me!
pela mesma encruzilhada      -decifra-me! 
repetida nos indecifráveis desvãos
do labirinto do Destino...
                                            

...ou te devoro!!!

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. a ilustração anterior foi substituída por esta com mais cabimento.

    ResponderExcluir
  3. Nossa sua produção blogueira de setembro está ótima. Tenho que voltar e rever várias vezes.
    É muita coisa boa para apreciar!!!

    ResponderExcluir